Anúncio
Divulgação
Divulgação | por Diversão.Terra

Será que foi sem querer querendo? A verdade é que Chaves tem afrontado vários programas globais. O seriado mexicano produzido nos anos 80, reprisado incessantemente pelo SBT, continua sendo um fenômeno de audiência. Vamos ao ibope de terça-feira, dia 14. Ao analisar apenas os números, e não confrontos diretos de horários, a paupérrima produção mexicana marcou mais que Ana Maria Braga e Fátima Bernardes.

Naquele dia, Chaves fez 8.5 pontos de média. Foi o terceiro programa mais visto da emissora de Silvio Santos, atrás apenas das novelas Chiquititas e Carrossel. Na mesma data, o Mais Você marcou 6.5 e o Encontro, 7.2.Em comparação com atrações da Record, a sitcom criada e protagonizada pelo humorista Roberto Bolaños, morto aos 85 anos em novembro de 2014, alcança ibope maior que o Hoje em Dia e o Programa da Tarde. Esse ótimo desempenho do Chaves frente a importantes programas de Globo e Record não foi um ato isolado da última terça. Acontece quase diariamente. Na semana de 6 a 10 de abril, o seriado teve média de audiência maior que todas as outras atrações citadas.

Para o SBT, as reprises de El Chavo del 8 (título original da produção), exibidas diariamente às 19h20, custam uma ninharia. Já os programas da Globo e Record exigem investimentos altíssimos, a começar do salário de seus apresentadores. Alguns na casa dos milhões de reais. Essa realidade mostra não existir lógica na audiência da TV. Às vezes uma produção simplória e datada, repetida à exaustão, atrai mais público do que programas produzidos com verba milionária, transmitidos ao vivo, com assuntos do dia. Para a frustração da concorrência e a alegria de Silvio Santos, parece que o quarentão Chaves terá vida longa na TV brasileira. “Isso, isso, isso”, diria o próprio.

Anúncio

Deixe uma resposta