Anúncio
A Tarde
A Tarde

Pela primeira vez desde sua fundação, o Vitória da Conquista mostrou ser a terceira força no estado ao conquistar a tão sonhada final de um Campeonato Baiano. Em 2008 o Bode chegou a participar do quadrangular final, mas naquela edição não existia uma final. O credenciamento para a decisão com o Bahia foi carimbada após empate em 1 a 1 diante do Colo-Colo, em Ilhéus.

O Conquista entrou em campo com uma larga vantagem. Na partida de ida, em Conquista, o Bode havia ganhado por 3 a 0 e poderia perder pela diferença de dois gols. Os conquistenses levaram um susto logo no início do jogo. Aos 11 minutos do primeiro tempo, o árbitro marcou uma penalidade máxima a favor do Colo-Colo. Viáfara até tentou defender, mas Jucimar conseguiu abrir o placar. Após o primeiro gol, a torcida do Tigre se animou, lembrando da classificação suada para as semifinais, quando precisava vencer por dois gols de diferença diante do Vitória da capital e consegui. Porém, cada Vitória é uma história…

Apesar da desvantagem no placar, o Conquista manteve a posse de bola e não se desesperou. Aos 27 minutos do primeiro tempo, também de pênalti, o Bode descontou. Tatu converteu a penalidade e deu um banho de água fria no Tigre, que não conseguiu reagir. O Conquista agora enfrenta o Bahia na final, com o primeiro jogo no Lomanto Júnior, próximo domingo, 26.

Anúncio

Deixe uma resposta