Neste mês de maio será realizada a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no estado da Bahia – Criadores de gado se preparam para o início da vacinação contra aftosa na Bahia.

A expectativa do órgãos fiscalizadores é de que, neste período, mais de 10 milhões de bovinos e bubalinos sejam vacinados na Bahia. O não cumprimento da vacinação no período previsto acarretará em penalidades para o produtor, além de multas no valor de R$53 por animal não vacinado.
De acordo com o diretor de Defesa Sanitária Animal, Rui Leal, o criador será autuado por não vacinar dentro do prazo estabelecido e a multa deve ser calculada sobre o número de animais. “Além disso, a propriedade fica impossibilitada de movimentar o rebanho, bem como de participar de eventos pecuários”, completa Leal.
Até o dia 15 de junho o criador deve comunicar a vacinação nos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e realizar a atualização do cadastro, informando também as outras espécies de animais criados na propriedade. Quem não declara a vacinação recebe uma multa no valor de R$ 159 e fica sem acesso ao documento sanitário dos animais. “Por isso, o ideal é não deixar para a última hora. A equipe da ADAB está preparada para receber todos os 280 mil produtores. Seja um Criador Responsável”, acrescenta o coordenador do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa na Bahia, Antônio Lemos Maia Neto.

Deixe uma resposta