por Felipe Santana
por Felipe Santana

O Fluminense de Feira teve duas oportunidades de garantir vaga na primeira divisão do futebol baiano. Primeiro, contra o Ypiranga, empatou em casa e decepcionou o torcedor. Neste domingo (7), longe de Feira de Santana, perdeu para o Itabuna e viu o sonho ser adiado em mais uma rodada. Agora, com apenas uma partida para o término da competição, o Fluminense de Feira só depende dele para subir. Se vencer o Atlético de Alagoinhas no próximo domingo (14), no Estádio Joia da Princesa, retorna para elite do futebol estadual. O treinador Paulo Sales conversou com o Bahia Notícias e reconheceu que, dentro das quatro linhas, o rendimento da equipe caiu demais. Por outro lado, ele acredita que o principal adversário nos últimos dois jogos foi o sentimento de ansiedade que tomou conta do elenco. “Nosso grande adversário foi e vai ser o sentimento de ansiedade do grupo. São jogadores experientes, qualificados, mas que não foram bem nos últimos jogos. E, hoje, não tem psicólogo que consiga resolver esse problema”, lamentou. Na última apresentação dentro de casa, o Fluminense de Feira levou mais de 9 mil torcedores ao estádio. Este apoio do torcedor, segundo Paulo Sales, vai pesar a favor do touro do sertão. “Nosso principal remédio contra o sentimento de ansiedade será o torcedor. Eles nos ajudaram muito e devem lotar mais uma vez. Todos estão focados”, garantiu. O treinador, mesmo com o time na liderança, confirmou que vai realizar mudanças no sistema ofensivo.

Anúncio

Deixe uma resposta