Anúncio

Foto: LazaroMed

Redação 96FM

No que se refere ao equilíbrio entre os números de receita, gastos com pessoal, investimentos, custo da dívida de longo prazo e liquidez, Candiba no Sudoeste do estado é o 5º município de melhor gestão fiscal da Bahia. É o que revela o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF) divulgado na última semana. A pesquisa considera o ano base de 2013.

Nenhum município da Bahia aparece entre os 100 melhores do Brasil. A primeira colocação no estado é do município de Camaçari que alcançou o índice 0,7268 e a 107ª no país. Em segundo o município de Mata de São João, localizado na região metropolitana de Salvador que pontou 0,6651. Ele é seguido por Cairu com 0,6504, São Félix do Coribe com 0,6493 e na quinta posição Candiba com 0,6456. Esses municípios atingiram o conceito B, numa escada que vai de A a D. Guanambi aparece em 31º no ranking estadual com 0,5359 e recebeu o conceito C.

firjan_candiba

Entre os 10 piores municípios avaliados, três são baianos. Situado no Sul do estado, Barro Preto ganhou a nota mais baixa na pesquisa, Santa Luzia e São José da Vitória, também localizadas no Sul baiano, ocuparam a 7ª e a 10ª posição, respectivamente, no ranking da má gestão, dominado de ponta a ponta pelo Nordeste. Completam a lista a Paraíba, com cinco municípios, Ceará e Sergipe, com um cada.

Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal

 A FIRJAN também elabora o Índice de Desenvolvimento Municipal (IFDM) que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego & renda, Educação e Saúde. No último índice que tem como referência o ano de 2011, Candiba aparece apenas na 194ª posição com 0,4834 pontos. Guanambi é o 38º com 0,6095. Lauro de Freitas, Luis Eduardo Magalhães, Salvador, Camaçari e São Francisco do Conde são as cidades melhores avaliadas no estado. O município mais bem avaliado do estado aparece apenas na 887º.

ifdm

Veja mais informações e o índice do seu município

 

Anúncio

Deixe uma resposta