SONY DSC
Anúncio

Uma história de superação, amor, fé, doação e solidariedade. Assim pode ser resumida a jornada de Arthur; que após seis meses, retorna a Caetité com um novo coração. A trajetória do garoto na luta pela vida, emocionou todo o Brasil.

Nesta quarta-feira(26/08), Arthur, retornou a Caetité e reencontrou familiares e amigos. A redação do Caetité Notícias, esteve com o garoto e presenciou a transformação e o brilho nos olhos que renasceram com o transplante.  Foi um momento de alegria, renovação e esperança em sua vida. Arthur virou estrela, tirou várias fotos e demonstrou uma educação e paciência de um verdadeiro lutador.
“Revê os amigos, colegas,  primos, e familiares foi muito legal… Quero agradecer o Caetité Notícias pela força que deu na minha luta de viver” Afirmou o garoto.

Doença

Após ser diagnosticado com um grave problema cardíaco, o jovem foi submetido a um transplante de coração no INCOR em São Paulo. Arthur chegou a ser ligado a um coração artificial e a sua luta foi intensa e contra o tempo. Com a ajuda principal da fé, dos meios de comunicação, médicos e  das redes sociais  a boa notícia de um doador chegou a toda família.

A operação do “Coração de Aço” foi um sucesso. A pior fase de rejeição do organismo já passou e o garoto Arthur, está forte e sadio. O jovem atualmente está morando na cidade de Vitoria da Conquista e vem executado revisões periódicas em São Paulo, com a equipe médica do INCOR. A cada retorno os médicos ficam surpresos com a recuperação e bem estar apresentado pelo garoto.


Novas drogas

Arthur, também está sendo voluntário na pesquisa de uma nova droga, que inibe a ação do tempo no transplantado. Uma pessoa que recebe um novo coração tem uma sobre vida de em media 15 anos, precisando ser submetida a um novo transplante para sobreviver. Com a nova droga, que vem sendo desenvolvida e estudada, a possibilidade de um segundo transplante pode até ser anulada.

Lição

A trajetória de Arthur, Coração de Aço, demonstra que enquanto houver esperança e fé a luta deve continuar. O garoto é a prova viva que a solidariedade de uma doação de órgão,  é um dos maiores atos de amor ao próximo.

Texto e Foto: Caetité Notícias

Anúncio

Deixe uma resposta