Tiago Marques | Informações Estadão

Além de todos os problemas enfrentados por falta de recursos na obra da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, um outro fato põem em risco a viabilidade da obra. A implantação da Mina de Minério de Ferro em Caetité enfrenta problemas judicias fora do País, além da queda vertiginosa do preço do minério no mercado financeiro.

A Eurasian Natural Resources Corporation (ENRC), empresa do Cazaquistão detentora do direito de exploração da mina, está envolvida em uma disputa judicial com a indiana Zamin, antiga detentora do projeto “Pedra de Ferro”.  A ENRC é dona da Bahia Mineração e a Zamin briga na justiça contra a empresa alegando descumprimento de acordos financeiros.

bamim_1

Os dilemas do complexo logístico envolve ainda a construção do Porto Sul em Ilhéus. A principio seriam construídos dois terminais, um do governo e outro da Bamim. Porém o projeto deve ser convertido em apenas um terminal conjunto. A expectativa do Governo do Estado é que a obra comece no início de 2016.

Leia mais na reportagem do estadão

 

Deixe uma resposta