Anúncio

Tiago Marques | Redação 96FM | Foto: Oeste Alerta

Os vereadores de Carinhanha rejeitaram o projeto de Lei de autoria do vereador Júnio Guedes (PSDB) que pretendia reduzir os salários e diárias dos vereadores e membros do executivo. A proposta previa a redução em 30% nos salários e 50% do valor das diárias, tanto para o legislativo, quanto para o executivo, incluindo prefeito, vice e secretários.

banner_POST

vereadores
Vereador Junio Guedes (PT) | Foto: Folha do Vale

O autor não conseguiu sequer apoio de um dos vereadores no projeto. segundo noticiou o site Oeste Alerta, a vereadora Josina Moreira (PT), líder do governo na casa, justificou a recusa do projeto por ele não ter o mínimo regimental de três assinaturas, além de conter erros e por último argumentou que o salário é pouco perante ao gasto “ajudando os eleitores”. Ainda segundo a publicação, o vereador Antônio de Miralda (PP) declarou no plenário que gastou todo o dinheiro do salário comprando passagens e ajudando os eleitores em tratamentos médicos.

 A sessão terminou com muito bate boca entre o vereador Júnio Guedes e os colegas, além de muitas trocas de farpas. O autor do projeto disse que pretende apresenta-lo novamente.

Anúncio

Deixe uma resposta