Redação 96FM

Depois de sete meses de muita violência, diversos atentados, 15 homicídios e dezenas de presos, Guanambi fica 100 dias sem registrar homicídios. A marca foi alcançada nesta segunda-feira (12). A última ocorrência do tipo foi em 4 de Julho.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

vianorte post

O ano começou quente, quadrilhas rivais disputaram pontos de distribuição de drogas e poder. As Polícias Civil e Militar, o Ministério Público e a Justiça enfim agiram, tirando de circulação criminosos perigosos que aterrorizaram a cidade. Uma ampla investigação chegou até indivíduos altamente armados e um dos principais líderes de facções criminosas foi preso em Feira de Santana (ele é apontado como mandante de pelo menos 50 homicídios em Guanambi entre 2001 e 2015), um outro foi morto em uma emboscada armada por rivais em Vitória da Conquista.

banner_POST

A Polícia Militar também mudou sua postura, aumentou os patrulhamentos e passou a realizar blitz constantes para fiscalizar o trânsito e identificar suspeitos de atividades criminosas. Essas blitz tem sido alvos de muitas críticas por parcela da população, mas o resultado está sendo positivo, alguns veículos roubados ou furtados foram recuperados ao serem abordados pela PM.O bafômetro também já tirou de circulação alguns motoristas embriagados. As ocorrências de acidente de trânsito envolvendo motociclistas também caiu bastante.

Agora o grande desafio das autoridades policiais é identificar e prender assaltantes e arrombadores que aterrorizam a população agindo de forma violenta, causando prejuízos materiais e danos às vítimas.

Deixe uma resposta