Após 12 anos afastado das novelas brasileiras, Rodrigo Santoro firmou um novo compromisso com a Globo. O hollywoodiano estará na primeira fase da trama de “Velho Chico”, substituta de “A Regra do Jogo”.

vianorte post

O ator viverá o protagonista da história de Benedito Ruy Barbosa que, na segunda parte, 20 anos depois, será interpretado por Antonio Fagundes. Dirigido por Luiz Fernando Carvalho, o folhetim é ambientado no sertão nordestino e narra a história de uma família que vive em torno do rio São Francisco. “Fiquei muito feliz com o convite do Luiz Fernando, que é um grande parceiro, e com a oportunidade de trabalhar com o Benedito. Acho que vai ser um reencontro com o público e com a Globo, que foi onde eu comecei. Faz tempo que sinto saudades de trabalhar em casa”, afirmou Santoro em comunicado enviado pela Globo.

“Velho Chico” ainda está em fase de escalação de atores. As gravações são previstas para serem iniciadas em janeiro. Tarcísio Meira, Selma Egrei, Marcos Palmeira, Letícia Sabatella, Marcelo Serrado, Irandhir Santos, Dira Paes, Rodrigo Lombardi, Fabiula Nascimento e Umberto Magnani também estão confirmados no enredo.

Sketch Post

Super-salário foi determinante

Para convencer Rodrigo Santoro a protagonizar a primeira fase de “Velho Chico”, a Globo teve que liberar uma quantia expressiva. De acordo com a jornalista Keila Jimenez, o ator receberá algo em torno de R$ 300 mil por mês, salário maior que o de atores consagrados da emissora.

Para se ter uma ideia, Tony Ramos, um dos contratados mais antigos da Casa, tem vencimentos de cerca de R$ 250 mensais quando está no ar. Outros nomes renomados ganham em média R$ 80 mil. O elenco fixo – aqueles que têm contrato com o canal mesmo sem estar atuando – recebem 40% em cima do valor ao serem escalados. A participação de Santoro na trama de Edmara e Bruno Barbosa com supervisão de Benedito Ruy Barbosa marca a volta do astro hollywoodiano às novelas. Sua última participação ocorreu em “Mulheres Apaixonadas”, em 2003.

Anúncio

Deixe uma resposta