Tiago Marques | Redação 96FM

Foram publicadas no Diário Oficial da Bahia deste sábado (07), as nomeações de dois novos desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O governador Rui Costa analisou as listas tríplices correspondentesa ao quinto constitucional da advocacia e dos membros do Ministério Público. O guanambiense Custódio Brito encabeçou a lista dos desembargadores, mas ficou de fora mais uma vez do Tribunal de Justiça.

vianorte post

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

O advogado de Jequié, Raimundo Sérgio Cafezeiro foi o escolhido pelo quinto constitucional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).  O procurador de Justiça Júlio Cezar Lemos Travessa. foi nomeado pelo quinto constitucional do Ministério Público.

Custódio Brito foi o segundo mais votado na consulta realizada pela classe dos advogados, ele obteve 2.117 votos, atrás de Lia Barros, com 3.358 votos. O escolhido, Raimundo Sérgio Cafezeiro, foi o terceiro com 1.699. A lista da sêxtupla elaborada pelos advogadas seguiu para análise do TJ-BA, onde Custódio Brito 37 votos, contra 35 de Lia Barroso e 26 de Cafezeiro.

Sketch Post

Pelo quinto constitucional do ministério público, o procurador de Justiça Júlio Cezar foi o segundo mais votado pelos desembargadores para figurar na lista tríplice que foi encaminhada para Rui Costa. O representante do MP que mais recebeu votos dos membros do TJ-BA foi o procurador de Justiça, Washington Carigé, com 33 votos.

custódio brito fica de foracustódio brito fica de fora novamente

Currículos dos Candidatos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta