Divulgação
Anúncio

Bom Dia Brasil | Rede Globo

Depois de seis anos de muita polêmica, as obras do Porto Sul, na Bahia, vão começar. A construção do porto deve gerar dois mil empregos diretos na região, mas muitos ambientalistas reclamam dos impactos ambientais.

A autorização do Ibama para retirar parte da Mata Atlântica era o passo que faltava para o início das obras. Quinhentos hectares serão desmatados para a construção do Porto Sul na região de Aritaguá, em Ilhéus. O projeto está orçado em mais de R$ 2 bilhões e é resultado de uma parceria público-privada.

As obras vão começar no primeiro semestre do ano que vem e o porto deve ficar pronto em três anos. Essa autorização saiu depois de seis anos de discussões, audiências públicas e muita polêmica. Desde o começo, ambientalistas de Ilhéus protestam contra o que eles consideram um investimento inadequado para a região. Três anos atrás, por pressão deles, o projeto original do porto foi modificado.

No início era para ele ter sido construído na Ponta da Tulha, também em Ilhéus. O píer de atracação ficaria apenas a um quilômetro e meio da praia, o que poderia prejudicar os animais marinhos. Com o protesto dos ambientalistas, o local do porto mudou. Agora, em Aritaguá, o píer de atracação será construído a três quilômetros da costa.
Veja a reportagem completa no vídeo

Anúncio

Deixe uma resposta