Chuva acumulada de 405 mm pode ter contribuído para deslizamento em mineradora de Mateus Leme, MG

monitoramento 19 01 16 1

O grande volume de chuva registrado nos últimos dias no centro de Minas Gerais é o principal fator, segundo a Defesa Civil, para um deslizamento de terra observado nesta terça-feira (19) em uma área de extração de minério de ferro, no município de Mateus Leme.

Ainda de acordo com o órgão, o deslizamento ocorreu na vertente norte da mina, mas as atividades não foram suspensas.

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) também esteve no local, uma vez que as águas vão para o lago do reservatório de Serra Azul, que faz parte do Sistema Paraopeba, responsável por abastecer a Região Metropolitana de Belo Horizonte, mas nenhuma anormalidade foi constada na qualidade da água.

monitoramento 19 01 16 1

monitoramento 19 01 16 1

Dados meteorológicos
Segundo a Copasa, nos 17 primeiros dias de janeiro e com ênfase nos últimos sete dias, a precipitação na região do reservatório de Serra Azul chegou a 405 milímetros, bem mais que a média climatológica (1961-1990) esperada para todo o mês de janeiro que é de 288,2 mm.

monitoramento 19 01 16 1

(Crédito das imagens: Reprodução/Google/Copasa/Minerita)

(Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia)

Anúncio

Deixe uma resposta