Tiago Marques | Redação 96FM

Uma comitiva de Chineses, comandada pelo Embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, e pela Embaixatriz Huang Minhui, percorreu todo o trecho da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto (FIOL), do Oeste Baiano até Ilhéus no Sul do Estado. Após terminarem a missão, eles agora irão conhecer um pouco do carnaval de Salvador ao lado do governador Rui Costa.

O presidente no Brasil do Banco de Desenvolvimento da China, Wu Lei, empresários chineses, diretores da Bamim e da Valec, e o vice-governador do Estado, João Leão (PP), compuseram a comitiva que passou por todas as cidades baianas cortadas pela ferrovia.

A missão começou na quinta-feira( 23) em municípios de Jaborandi, Correntina e Santa Maria da Vitória. Eles chegaram à Guanambi na noite da última sexta-feira (24) e participaram de um jantar oferecido na residência da deputada estadual Ivana Bastos (PSD), presidente da comissão da Assembléia Legislativa da Bahia que acompanha as obras da ferrovia, o prefeito Jairo Magalhães (PSB) esteve presente no encontro. Antes disso eles passaram por Bom Jesus da Lapa, onde visitaram a Igreja da Gruta ao lado do prefeito Eures Ribeiro (PSD).

No sábado (25) pela manhã a comitiva se reuniu com o prefeito de Caetité Aldo Cotrim, de lá eles passaram por Brumado, Tanhaçu, Jequié, Barra do Rocha, até chegarem em Ilhéus na manhã de domingo (26). Lá eles visitaram o porto de Malhado e distrito de Aritagua, o local onde será construído o Porto Sul. O vice-governador foi o motorista do carro que conduziu o Ministro e toda a comitiva por todo o percurso.

Os chineses seguiram de carro para Salvador, neste domingo (27), eles participarão da festa de Carnaval ao lado do governador Rui Costa (PT). Os empresários já possuem ações na Bamim e podem investir na conclusão da ferrovia, o edital de concessão deverá ser lançando no segundo semestre desse ano. O Governo Baiano também tem expectativa de que os empresários invistam na construção do Porto-Sul e em outras potencialidades do Estado como a agricultura irrigada, cultivo de cana de açúcar e usinas de produção de etanol. A construção da ponte Salvador-Itaparica também pode receber investimentos dos chineses.

Anúncio

Deixe uma resposta