Redação 96FM

No topo da lista das empresas que mais receberam reclamações no último ano estão a Embasa, a Oi, as Casas Bahia e a Coelba. Os dados, publicados em matéria do Correio, foram divulgados pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA), que lançou, no Dia do Consumidor, o Cadastro de Reclamações Fundamentadas, documento que deu origem à lista.

Segundo o coordenador técnico do Procon-BA, Felipe Vieira, as empresas que estão no cadastro negativo do órgão serão punidas com aplicação de multas que variam de R$ 600 a R$ 6 milhões, a depender da gravidade, reincidência e porte econômico.

“São empresas que têm mudado a forma como encaram seus consumidores, mas ainda não fizeram o suficiente para mostrar que respeitam parte ou o todo do Código de Defesa do Consumidor”, pontua.

No total, o Procon-BA registrou 77,910 mil atendimentos em todo o ano de 2016. As reclamações mais recorrentes no período foram referentes a produtos, com quase metade das denúncias (43,04%). Nesta categoria, o celular é o produto com maior registro de queixas. Logo em seguida estão os serviços essenciais de água, luz e telefonia (22,81%) e os assuntos financeiros (17,80%). As reclamações relativas a bancos e cartões de crédito foram as que mais cresceram na comparação com o ano anterior, com alta de 2,62%.

Veja a lista completa:

Arte: CORREIO
Anúncio

Deixe uma resposta