Redação 96FM

Em véspera de shows do cantor no Brasil, o Ministério Público do Rio de Janeiro determinou, nesta terça-feira, 21, a reabertura de um processo contra Justin Bieber por suposto crime contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural.

No ano de 2013, o cantor foi autuado por pichar o muro do antigo hotel Nacional, em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro. Porém, o artista não se encontrava mais no país e o processo não prosseguiu. No período em que ocorreu o incidente, um representante do cantor disse à polícia que Bieber recebeu autorização da prefeitura para fazer um grafite no Morro do Vidigal, mas, por questões de segurança, preferiu fazê-lo em outro lugar.

Para esse tipo de crime, a pena oscila entre três meses a um ano, além de multa.

Justin Bieber retorna ao país na próxima semana para shows no dia 29 de março, na praça da Apoteose, no Rio, e nos dias 1 e 2 de abril, no Allianz Parque, em SP.

“Diante da notícia de que o cantor retornará ao Brasil, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) fez uma promoção solicitando ao juízo a expedição de mandado de citação em nome dele”, afirmou em nota o Ministério Público do Rio de Janeiro.

 

Anúncio

Deixe uma resposta