Um fato inédito aconteceu no fórum de Guanambi na semana passada. Trata-se de uma audiência de divórcio realizada com tradução da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). A audiência foi realizada na última terça-feira (11).

A defensora pública Deliene Martins disse que o fato foi um marco na história da cidade e da comarca. “Em 19 anos de carreira, foi a primeira vez que participei de algo assim”, lembrou. A tradução para Libras foi realizada pela tradutora e intérprete de Libras, Andressa Castro.

O casal viveu junto por 12 anos e estava separado há sete meses. A audiência estabeleceu as regras de guarda da filha de cinco anos, pensão alimentícia e partilha de bens. “Apesar da limitação da fala e audição, as partes se entenderam muito bem, até melhor que alguns casais que não têm deficiência alguma”, destacou a Defensora.

A Defensoria realizou um curso de tradução e interpretação de Libras para os servidores da capital e do interior no fim de 2016.

com Informações da DP-BA

Anúncio

Deixe uma resposta