A cor rosa no mês de outubro predomina, o movimento foi criado há vinte e sete anos para estimular a população no controle e prevenção do câncer de mama. Cerca de cinquenta e oito mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no ano passado em mulheres brasileiras, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer, o INCA.

A campanha de conscientização do outubro rosa realmente funciona, de acordo com a secretaria de saúde do município, a procura pelo exame aumenta em mais de 50%. O município   de Guanambi atende mulheres da cidade e de outros municípios da região. O ministério da saúde recomenda que o exame seja feito em mulheres dos cinquenta a sessenta e nove anos de idade, o encaminhamento para o exame é feito pela secretaria de saúde de cada município.

Segundo especialistas, o número de casos de mulheres com câncer de mama tem aparecido cada dia mais cedo. A reportagem de Jara Pimental e Mauro Loiro foi as ruas conversar com profissionais de saúde e contou a história de Rane Oliveira de 27 anos, ela descobriu a doença por meio do exame de toque. Em tratamento há mais de um ano, Rane passou por uma mastectomia, cirurgia para retirada do nódulo em um dos seios e conta que receber o diagnóstico não foi fácil.

A Mastologista Marina Cambuy afirma que a sociedade brasileira de mastologia preconiza a idade ideal para a realização do exame a partir dos 40 anos. Mulheres mais jovens devem estar atentas a outras formas de prevenção, o autoexame é o indicado nestes casos.

Confira a reportagem.

Deixe uma resposta