A chamada “Tarifa Branca” irá vigorar a partir do dia 1º de janeiro de 2018 – a nova modalidade de tarifa para pagamento de energia elétrica deixar a conta mais barata para quem consumir energia fora dos horários de pico. O consumidor interessado é quem deve pedir para participar da tarifa e a distribuidora precisa trocar o medidor.

Inicialmente, a tarifa prevalecerá para quem consome acima de 500 kWh por mês. Em 2019, para quem consome menos que isso e, em 2020, para todos os consumidores brasileiros. A cobrança mais cara ou mais barata vai depender dos horários de consumo. O período mais caro vai das 18h às 21h. O intermediário vai das 17h até as 18h e das 21h às 22h.

Anúncio

Deixe uma resposta