Foto: Agência Sertão
Anúncio

Tiago Marques | Agência Sertão

A nova pavimentação da BA-612 nem foi concluída e já vem apresentando problemas. Alguns trechos do asfalto já estão danificados pelo tráfego de caminhões.

A Construtora CBV, responsável pela obra está fazendo “remendos” nos locais danificados. As rachaduras, chamadas no meio da engenharia civil de “couro de jacaré”, são provocadas pela compactação ineficiente da base onde é aplicado o asfalto.

As chuvas que caíram nos últimos dias contribuíram para o problema, o aumento da umidade no solo fragiliza a pista onde a compactação não foi bem realizada. Os 12 quilômetros de asfalto estão custando R$ 2.621.773,79 aos cofres do Governo do Estado, quase R$800 mil a mais do que os 13 quilômetros da BA-938 que liga Guanambi à Ceraíma.

A diferença no valor das obras se da justamente pela necessidade de reciclagem e compactação do trecho da BA-612.

Anúncio

Deixe uma resposta