Reprodução

A jovem Daiane Reis Mota, 25 anos, foi encontrada morta na manhã deste domingo (17), em um matagal de um povoado que fica na cidade Serrinha, a 183 km de Salvador. O marido confessou o crime e afirmou ter matado a esposa por ciumes. Daiane  estava no final de uma gestação e faria nesta segunda-feira (18) uma cesárea para dar à luz, uma menina. O bebê que ela esperava não sobreviveu.

De acordo o titular da delegacia local, Hidelbrando Alves, o esposo, Adílson Prado Lima Júnior, 25 anos, matou a esposa com um tiro na cabeça. O crime foi motivado por umas conversas comprometedoras que ela mantinha com um colega de trabalho, através do aplicativo WhatsApp, e despertou ciumes de Adílson . O delegado disse, no entanto, que ele não revelou o conteúdo das mensagens.

Reprodução

A polícia também relata que Adílson levou a jovem ao local do crime, dizendo para ela que iria lhe mostrar um terreno para comprar. Eles estavam em um carro (Honda/Civic) que pertence ao irmão da vítima. Câmeras de segurança de algumas casas comerciais que ficam no trajeto realizado pelo criminoso, registraram a passagem do veículo na região do crime, o que facilitou o trabalho de investigação policial.

Ciente de que Adílson teria passado pelo local, os policiais conseguiram que ele confessasse o crime que cometeu. O marido da vítima já era tido como suspeito e estava detido na delegacia, desde a manhã de ontem. A confissão aconteceu no final da tarde. O criminoso está preso em flagrante e à disposição da justiça. A vítima deixou um filho de três anos, fruto de um relacionamento anterior.

Anúncio

Deixe uma resposta