Reprodução

A Marinha do Brasil aceitou liberar o terreno onde funciona o Grupamento de Fuzileiros Navais, no Comércio, para a instalação do Centro de Convenções da Bahia (CCB), por meio de cessão onerosa por permuta. A informação foi confirmada pelo comandante do 2º Distrito Naval, almirante Almir Garnier Santos, ao jornal A Tarde, nesta segunda-feira (15).

Segundo a publicação, a Marinha aceitou liberar o espaço em troca de um novo prédio e local de treinamento na Base Naval de Aratu, contrapartida da gestão de Rui Costa (PT). A construção depende da autorização da Superintendência de Patrimônio da União (SPU). Os investimentos com as “benfeitorias” vão ficar entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões.

 

Anúncio

Deixe uma resposta