Foto:Reprodução

Redação da Agência 

Um hacker conhecido como MG desenvolveu uma unidade de armazenamento que explode após instalar um vírus no computador em que for conectado sem que o usuário perceba.

Segundo ‘Gizmodo’, os detalhes de como o dispositivo foi feito foram publicados no blog ‘Medium’. O MG modificou um pendrive comum usando um chip ATtiny85, resistores e reguladores de tensão.

O resultado foi a transformação do pendrive em um “USB Rubber Ducky”, que, quando conectado a um PC, faz o computador achar que se trata de um teclado comum e aceitar a injeção de códigos pré-carregados, que podem incluir vírus ou outros programas executáveis sem que o usuário perceba.

Por segurança, o hacker não detalha no texto como fez o pendrive explodir. Em vídeos, ele mostra o “Mr. Self Destruct” em ação segundos após executar um programa em um MacBook.

Assista:

 

Anúncio

Deixe uma resposta