Reprodução
Anúncio

Da Redação da Agência

Márcio Matos, 33 anos, secretário de Administração da Prefeitura de Itaetê e diretor nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, foi morto nesta quarta-feira (24).

O crime aconteceu na fazenda do secretário, segundo o Jornal da Chapada, o filho da vítima presenciou o crime. O vaqueiro da propriedade ouviu os tiros que mataram Marcinho do MST, como era conhecido nos movimentos sociais.

A motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidas para a polícia. O governador Rui Costa (PT) publicou uma nota nas redes sociais lamentando o ocorrido. Rui afirmou que pediu à Secretaria de Segurança Pública rigorosa apuração do crime.

Anúncio

Deixe uma resposta