Foto: Reprodução
Anúncio

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Ângelo Coronel (PSD), disse que vai instalar a Polícia Legislativa na Assembleia antes das eleições deste ano. A informação foi divulgada na coluna de Levi Vasconcelos do Jornal A Tarde. Segundo o deputado, a iniciativa já adotada por 14 outros Estados no país afora.

Segundo o presidente, cerca de 40 policiais militares trabalham na Assembleia, inclusive fazendo a segurança da área externa. Com a criação da Polícia Legislativa, estes policiais poderão voltar aos quarteis e reforçar a segurança em outras áreas. Apenas seis integrantes que servem à presidência permaneceriam na AL-BA.

Segundo a coluna, a Assembleia tem oito seguranças concursados, que serão incorporados à polícia legislativa. A nova polícia se encarregaria dos inquéritos de episódios que acontecerem na casa legislativa. A previsão é que a Polícia Legislativa conte com 60 policiais em seu quadro.

O presidente da AL-BA disse ainda que haverá um concurso na casa para contratação dos policiais, além de outras áreas com administrativa e médica. O salário inicial é entre R$ 6 mil e R$ 7 mil.

Anúncio

Deixe uma resposta