Foto: SSP/BA

Uma operação da Polícia Militar,  realizada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Mata Atlântica, do Grupamento Aéreo (Graer) e do 8° Batalhão de Polícia Militar (BPM/Porto Seguro), resultou na morte de três homens suspeitos de explodir a sede da transportadora de valores Prossegur e matar um vigilante, em Eunápolis, no extremo sul da Bahia,

O confronto com policiais militares aconteceu na manhã deste domingo (11), em Porto Seguro. Segundo a SSP, a ação ocorreu nas localidades do Mercado do Povo e Vila Parracho, onde os policiais encontraram, também, fuzil, uma metralhadora, explosivos, um revólver e munições.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a polícia chegou ao local onde os suspeitos estavam escondidos após ma denúncia anônima. Os suspeitos foram cercados e atiraram contra os policiais, que revidaram. Três deles foram baleados. Eles foram socorridos e levados para um hospital, mas não resistiram aos ferimentos. Os outros dois conseguiram fugir por um matagal e ainda são procurados.

A secretaria afirmou que as buscas pelos demais integrantes do grupo continuam. Estima-se que cerca de 30 homens participaram da ação. O crime aconteceu na última terça-feira (6), em Eunápolis, no Sul Baiano. Um vigilante foi morto e seis funcionários ficaram feridos com os escombros da explosão. Três vítimas foram transferidas para Salvador e os outras três continuam internados no Hospital Ames em Eunápolis.

A Defesa Civil do município interditou seis imóveis localizados nas proximidades da sede da empresa de valores Prosegur. Entre os imóveis estão três comerciais, um residencial, a entrada da garagem de um hotel e a própria sede da Prosegur que ficou totalmente destruída. Outros 39 imóveis que sofreram danos menos graves, como vidros quebrados e forros de gesso caídos, foram notificados pela Defesa Civil e não precisam ser desabitados.

Os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro da empresa.

Anúncio

Deixe uma resposta