Reprodução

A Planserv começou o processo de modernização de suas plataformas digitais. O novo site e novo aplicativo do plano já estão disponíveis. O objetivo é facilitar o acesso dos beneficiários a diversos serviços. O aplicativo pode ser baixado na loja virtual Google Play (par ao sistema Android) e App Store (para quem utiliza iPhones). Segundo a Planserv, o novo app é leve e compacto e ocupa pouco espaço nos smarthphones.

As novas ferramentas permitem a atualização de cadastro e o acesso ao cartão virtual de identificação do beneficiário. Além disso, também estão disponíveis os serviços de busca de rede credenciada e extrato de utilização do plano, entre outros. Um dos grandes diferenciais do novo app do Planserv é o teste de avaliação do perfil do beneficiário. Ao acessá-lo, o usuário responde a um questionário sobre seus hábitos de vida e seu estado de saúde.

Após fornecer dados sobre hábitos alimentares, atividade física, peso, altura, tabagismo, pressão arterial, doenças crônicas, entre outros, o beneficiário recebe como retorno uma avaliação geral que indica se ele está bem ou como pode melhorar seu autocuidado para viver com mais qualidade de vida.

“Os dados coletados através das respostas a esses testes nos ajudarão na operação do novo programa integrado de promoção à saúde e prevenção de doenças e agravos, que será implantado agora em março, com acompanhamento de perto dos casos em que o beneficiário se enquadra em situação de alto risco”, informa a coordenadora geral do Planserv, Cristina Cardoso.

Mais avanços 

Além de desenvolver o novo portal de serviços e o aplicativo móvel do Planserv, o novo modelo de gestão contempla inúmeras outras vantagens que estão sendo formatadas para melhor atender aos beneficiários. A implantação de uma Central de Atendimento 24 horas por dia, sete dias por semana e 365 dias por ano, por exemplo, é um avanço que vai facilitar a vida do beneficiário.

Com o novo sistema, importantes melhorias serão implementadas. O sistema atual encontra-se defasado – data do início do ano 2000 – e não comporta mais as novas demandas e funcionalidades. Agora será possível manter atualizado o cadastro de beneficiários, realizar a movimentação cadastral, permitindo que ela seja efetuada via web, digitalizar a documentação e disponibilizá-la para acesso online.

Os ganhos também incluem o acompanhamento do desempenho dos prestadores e a qualificação da rede de serviços oferecida pelo plano. Neste aspecto, serão avaliados, sistematicamente, a documentação e os serviços assistenciais da rede de prestadores, considerando os níveis de resolubilidade, segurança, complexidade e conforto para o beneficiário.

“Nossa meta é implementar e manter o cuidado integrado ao paciente, que será monitorado permanentemente, através do registro das informações clínicas e gerenciais, sempre com foco na segurança do paciente e sustentabilidade do plano”, destaca Cristina Cardoso.

Fonte: Ascom/Planserv

Anúncio

Deixe uma resposta