Reprodução
Anúncio

O governo da Malásia apresentou uma proposta no parlamento para tornar ilegal a criação e divulgação de notícias falsas. De acordo a proposta, é previsto a prisão de até dez anos  para quem forjar “fake news”.

“A lei proposta tem o objetivo de preservar o público diante da proliferação de notícias falsas e, por sua vez, garantir o respeito ao direito à liberdade de expressão”, afirma o projeto, de acordo com a emissora Channel News Asia.

A lei prevê ainda multas de 500 mil ringgits (R$ 421,3 mil) para quem criar, publicar ou disseminar notícias falsas, independentemente da nacionalidade, cidadania ou localização quando a notícia falsa afetar a Malásia ou a cidadãos malaios.

Anúncio

Deixe uma resposta