Reprodução

Durante cinco anos, o governo Temer vai impedir a abertura de cursos de medicina no país. De acordo com a Folha, a portaria será assinada  na próxima quinta-feira (05) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho.

“Houve uma expansão muito grande na abertura de cursos de medicina. É preciso puxar o freio de mão para um balanço e para que possamos garantir a qualidade do ensino na área”, diz o ministro. Nos últimos 5 anos, o número de vagas avançou de 19 mil para 31 mil.

Desde o final de 2017 a decisão já estava tomada, mas a resistência política retardou a assinatura. A moratória tem o apoio das principais entidades médicas do país.

Anúncio

Deixe uma resposta