Tiago Marques/Agência Sertão
Anúncio

Geovane Santos/Agência Sertão

Os caminhoneiros continuam fazendo protestos nas rodovias nesta quarta-feira (30), mas aos poucos, o combustível começou a chegar aos postos de Guanambi. Um posto localizado na Avenida Barão do Rio Branco recebeu combustível.

Segundo informações do caixa do local, um caminhão com 10 mil litros de gasolina e 5 mil litros de diesel reabasteceu o reservatório,  por volta das 4h da manhã de hoje. O veículo estava retido em um protesto na cidade de Tanque Novo.

No entanto,  o abastecimento só começou por volta de 9h15, com a chegada da Polícia Militar. O posto estabeleceu o limite de abastecimento em R$ 100 para automóveis e R$ 30 para motocicletas e galões.

A gasolina está custando R$ 4,80 e o diesel R$ 4,10. Segundo a gerência, o outro posto da mesma rede localizado no bairro Santo Antônio está abastecendo somente veículos de segurança e de serviços essenciais.

A fila iniciou por volta das 14h desta terça-feira (29) e se estende até o momento. Juarez Junior, técnico de telefonia celular, relata que passou a noite na fila aguardando a liberação do abastecimento. “Estou desde às 14h de ontem, passamos a noite na fila, os carros estão sem combustível, tudo no vermelho. O caminhão chegou hoje 4h da manhã, escoltado pela polícia militar, e a gerência passou para gente que vai ter um limite de combustível por veículo”.

O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Aurélio Amaral prevê que vai levar pelo menos uma semana para a situação se normalizar em todo o país.

Segundo informações do G1 outra paralisação pode atrasar o reabastecimento nos postos de combustível, a greve dos petroleiros. Iniciado nesta quarta-feira (30), o protesto está sendo organizado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Anúncio

Deixe uma resposta