Reprodução
Anúncio

A abertura da Rota da Independência deste ano já tem data e local. A cidade é Caetité e as datas são 13 e 14 de junho com uma programação que mistura debate, programação infantojuvenil, visita ao Museu da cidade e aula pública, para todas as idades. Realizada pelo Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon, vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult), a Rota da independência tem por objetivo difundir a consolidação da independência do Brasil em terras baianas. Intitulada de O Alto Sertão na Guerra, a Rota no município de Caetité promove um conjunto de atividades relacionadas à participação do alto sertão baiano na guerra histórica, como por exemplo, Mata Maroto.

Serão dois dias de programação extensa. Logo na quarta-feira (13), o professor Argemiro Ribeiro ministra aula pública, pelas ruas da Cidade. Este é o quarto ano da atividade que reúne cerca de 500 pessoas pelas ruas da Cidade e apresenta a participação da população da região na Guerra. “A Fundação possibilita que os caetitenses possam reavivar a noção identitária, de pertencimento mesmo à Bahia”, explica Argemiro, que também doutor em Ciências pelo Programa de História Social. Ele ainda complementa que “Essa iniciativa da Fundação Pedro Calmon se revela numa alvissareira novidade na medida em que proporciona aos habitantes do Alto Sertão, a possibilidade de refletir e ressignificar os seus elos de vinculação ao espaço baiano”.

Neste mesmo dia, em parceria com a SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais/Seplan), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Prefeitura de Caetité, a Rota apresenta o Seminário Desenvolvimento, Cultura e Identidade no Alto Sertão da Bahia. O encontro irá discutir a História dos municípios do entorno de Caetité com uma grade que apresenta Conferência de abertura com prof. Dr. Erivaldo Fagundes, duas mesas de debates: memória, politica e fé e identidade e desenvolvimento e visita guiada pelo Museu do Alto Sertão.

O público infanto-juvenil também foi contemplado na Rota da Independência. A Biblioteca de Extensão, unidade da FPC, estará em Caetité nos dois dias, com atividades lúdicas e educacionais. Realizadas juntamente com a Casa Anísio Teixeira, o mundo de leitura e diversão estará na Praça da Catedral das 9h às 12h e das 14h às 18h.

Caetité é um município baiano que fica cerca de 600 km de Salvador e possui uma população com aproximadamente 50 mil pessoas. Durante as lutas pela Independência, apoiando o governo Provisório, instalado na então Vila Cachoeira e abrigando o episódio histórico do Mata-maroto (lutas contra os portugueses).

Fonte: Ascom/Fundação Pedro Calmon (FPC)

Anúncio

Deixe uma resposta