Reprodução
Anúncio

O corpo do policial militar Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos, foi mutilado pelos criminosos que o mataram. O crime aconteceu na madrugada deste sábado (9), no final de linha do bairro Santa Cruz, em Salvador. Segundo o Correio, o policial passava pelo local em um veículo Onix, quando foi cercado por indivíduos da região que efetuaram disparos de arma de fogo. O cabo Gonzaga reagiu, mas foi atingido e não resistiu aos ferimento

O PM foi torturado e teve o corpo mutilado antes de ser morto pelos criminosos. Gonzaga ainda recebeu vários tiros na cabeça. Os autores do crime chegaram a arrancar o coração da vítima e deixaram o órgão na região do Nordeste de Amaralina, em uma localidade conhecida como Boqueirão, a mais de 1 km onde Gonzaga foi morto.

Na manhã de sábado (9), a polícia matou um suspeito de participar do assassinato do PM. Identificado como  ‘Budigo’, foi encontrado na Rua dos Posseiros com revólver, munições e drogas e atirou contra a polícia. Em seguida, teria ocorrido uma troca de tiros, ele acabou atingido e não resistiu.

A polícia informou também que o cabo PM Gonzaga era lotado na 4ª Cia de Saúde, do Batalhão de Polícia de Guarda da Polícia Militar (BG) e integrava o quadro funcional da PM há mais de 22 anos. Ele tinha uma companheira e deixa duas filhas.

Anúncio

Deixe uma resposta