Anúncio

No último sábado (16), o Instituto Federal Baiano – Campus Guanambi, através do Programa de Melhoramento Genético da Mamoneira (PMGM), realizou o II Dia de Campo de Mamona e o I Dia de Campo de Cultivos Agroenergéticos. O evento aconteceu na cidade de Iuiú, no auditório da Câmara dos Vereadores, na Unidade de Observação e Demonstração do Município (UOD) e na usina de beneficiamento de mamona a Indústria Candieiro. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Iuiú e os projetos fazem parte da chamada do Pibex 2017 da Pró-reitoria de Extensão.

Nas palestras foram abordados os temas: cultivo das culturas agroenergéticas, preparo e manejo do solo, tratos culturais, manejo nutricional, principais doenças, diversificação de cultivos com o panorama da mandioca, do girassol, do sorgo e da mamona no semiárido. Participaram das palestas: os professores Leandro Peixouto, Jane Geralda Santana, Alexsandro Brito e Carlos Ramon Saraiva, além da técnica em laboratório Yslai Peixouto, do Coordenador de Agricultura de Iuiú Jairo Prado, da Empresa Junior de agronomia (IF Agro Jr.) e dos estudantes do curso de agronomia Darley Nascimento, Arianna Menezes, Caio Henrique Castro, Marília Rocha e Vitório Souza.

Durante as palestras foram distribuídas 30 kits de sementes da cultivar IAC2028. Os kits são para plantio de 0,5 a 1 hectare da planta.

O prefeito da cidade de Iuiú, Reinaldo Barbosa de Góes, participou da abertura do evento ao lado do diretor do Campus Guanambi Carlito Barros, da Coordenadora de Extensão Joilma Pereira, do Coordenador de pesquisa Pedro Ricardo Marques, do Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Geovane Guedes e do Presidente do Sindicato Rural Aldenor Pereira.

Para o professor Leandro Peixouto, a cultura da mamona é viável para a região e precisa ser difundida. “A cultura já se demonstrou viável nas condições climáticas da região em experimentos realizado no IF Baiano, e sua comercialização é facilitada por termos uma usina esmagadora na região. Pensando nisso, estamos trabalhando no melhoramento genético para disponibilizar uma cultivar que seja adaptada a região e que tenha boa produtividade”, disse.

Veja fotos

Anúncio

Deixe uma resposta