Reprodução
Anúncio

Atualmente, ao redor do mundo, 68,5 milhões de pessoas estão deslocadas de seus lares, vítimas de conflitos, perseguição, violência e desastres naturais.

Hoje, Dia Mundial do Refugiado, a mensagem da Organização das Nações Unidas (ONU) é de que a solidariedade e disposição em ajudar essas pessoas deve ser uma responsabilidade global e compartilhada.

Filippo Grandi, Alto Comissário da Acnur, a Agência da ONU para Refugiados, afirmou quarta feira (20) a importância de um apoio mais sistemático e de longo prazo para as comunidades que recebem os deslocados.

O representante da Acnur afirmou que o Pacto Global sobre Refugiados, previsto para ficar pronto até o final deste ano, é uma oportunidade de dar condições para que essas pessoas reconstruam suas vidas em outros lugares.

Segundo a ONU, a proposta do pacto é fortalecer os sistemas nacionais de saúde e educação dos países receptores, para melhorar a assistência a quem chega.

A ideia substituiria práticas vigentes, que colocam refugiados em campos e criam redes paralelas de serviços.

A proposta parte do princípio de que os refugiados podem continuar a desenvolver habilidades para sustentar suas famílias enquanto estão em situação de refúgio e podem reconstruir suas vidas ao retornarem a seus países de origem.

Marieta Cazarré da Rádio Agência Nacional

Anúncio

Deixe uma resposta