Foto/Reprodução: Google
Anúncio

O IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, divulgou, nesta segunda-feira (25), uma análise detalhada do comportamento do mercado de trabalho no Brasil em 2018. O documento revela que, apesar do desemprego ter caído ao longo de 2017, neste ano, o ritmo dessa queda se estabilizou, colocando em dúvida o crescimento do emprego no futuro.

O recuo do desemprego ocorre entre todas as categorias, mas as regiões Norte e Centro-Oeste apresentam mais força na criação de empregos, como comenta Maria Andreia.

A população jovem, com idade entre 18 e 24 anos, continua sendo a mais vulnerável. Para este grupo, a taxa de desemprego está em 28%. A pesquisadora do IPEA afirma que a taxa cresceu de forma mais intensa nessa faixa etária do que para os demais grupos.

A análise do IPEA é baseada nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, a Pnad, do IBGE, e nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego.

Samanta do Carmo da Rádio Agência Nacional

Anúncio

Deixe uma resposta