Anúncio

A morte Antônio Carlos Silva Martins, de 43 anos (Carlinhos) está praticamente esclarecida com a confissão de sua ex-companheira Maria da Glória Silva Almeida, 31 anos. Presa e autuada em flagrante ela não se arrepende do que fez e em depoimento ao delegado plantonista Adir Pinheiro Jr. contou como o crime aconteceu.

Carlinhos havia desaparecido no último dia 17 e as buscas se encerraram neste domingo (24), quando sua ex-companheira se entregou à polícia, confessou sua participação no crime, mostrou o local onde o corpo se encontrava e apontou o namorado como autor da facada mortal.

Em seu depoimento ao delegado, Maria da Glória contou que foi casada com a vítima durante quinze anos com quem teve um filho, hoje com 12 anos. Após a separação, a vítima pagava uma pensão alimentícia no valor de R$ 100,00 com constantes atrasos e havia uma desavença por conta da divisão uma casa adquirida durante a constância da relação matrimonial.

Ela acusou Carlinhos de chantagens e de condicionar o pagamento da pensão em troca de relações sexuais. Maria da Glória contou que quando foi pegar o valor da pensão, em uma praça no Bairro São Francisco, Carlinhos teria ameaçado o Alessandro (atual dela) com uma faca tipo peixeira.

A partir daí, Alessandro decidiu matá-lo, determinando que ela aceitasse o convite dele. No dia do crime, ela marcou um encontro com a vítima em um lajedo próximo ao Residencial das Árvores onde ela mora, momento que o seu companheiro consumaria o crime.

Segundo ainda as declarações da acusada, Carlinhos foi surpreendido, na chegada ao local combinado, sendo atingido com uma facada pelo Alessandro.

O casal de criminosos fugiu, mas o Alessandro resolveu voltar e conferir a morte da vítima. Ocasião que retirou R$ 100,00 do bolso de Carlinhos, decepando-lhe os pés e mãos e queimando em seguida seus documentos e uma bermuda.

Maria da Glória agora está presa à disposição da Justiça, enquanto o seu namorado Alessandro é procurado pela polícia.

Por Bonny Silva | Rádio Cultura de Guanambi

Anúncio

Deixe uma resposta