Foto: Agência Brasil

Mais um policial foi assassinado no Estado do Rio de Janeiro, totalizando 66 mortes violentas de agentes de segurança em 2018, sendo que 57 deles eram policiais militares, 3 eram policiais civis e um era policial federal, além de dois agentes penitenciários, dois militares do Exército e um guarda municipal.

A vítima mais recente foi o agente aposentado da Polícia Federal, Luís Carlos Dias, morto em uma tentativa de assalto na noite desta terça-feira (26), no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da capital fluminense.

De acordo com informações preliminares de policiais que atenderam a ocorrência, o agente foi abordado pelos assaltantes na Avenida Guignard, e teria se recusado a entregar os pertences por medo de ser identificado, já que sua carteira de policial estava junto com o telefone celular.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

Dias então decidiu correr e os criminosos atiraram contra ele, que foi atingido nas costas. Mesmo baleada, a vítima ainda percorreu cerca de 200 metros para tentar buscar socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na Rua Gustavo Corção. Os bandidos fugiram sem levar nada. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Ícaro Matos da Rádio Agência Nacional

Deixe uma resposta