Reprodução
Anúncio

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) precisou se “refugiar” dentro de um banheiro no Aeroporto de Congonhas para escapar de uma mulher. Ela o abordou e chegou a sentar no chão para impedi-lo de passar. O episódio ocorreu nesta terça-feira (3) após reunião com empresários em São Paulo, o deputado federal se preparava para seguir para Brasília.

A mulher, que não foi identificada, afirmava que o deputado teria de ouvi-la porque ela era “a voz do povo” e era “seu direito como cidadã”. Imagens divulgadas no canal do YouTube do filho do parlamentar, o também deputado Eduardo Bolsonaro, mostram a mulher sendo contida por homens, na porta do banheiro masculino.

Dentro do banheiro, Bolsonaro chegou a tirar uma selfie com simpatizantes. Quando a mulher tentou entrar no banheiro masculino, foi impedida por outros homens, que cobravam a chegada de seguranças do aeroporto. Outras mulheres que estavam no local tentaram tirá-la da confusão.

Ao chegar a Brasília, Bolsonaro afirmou que a mulher estava em “estágio de embriaguez”. “Ela não aguentava ficar em pé. Começou a deferir insultos contra minha pessoa. Fui para o banheiro masculino para não ter contato com ela”, disse.

Antes do incidente, Eduardo postou um vídeo de seu desembarque em São Paulo, no momento em que um grupo de mulheres o cercou para tirar fotos, com a legenda irônica “cenas fortes de machismo”.

Com informações do Estadão.

Anúncio

Deixe uma resposta