Reprodução
Anúncio

Quase metade das pessoas que têm cheque especial recorrem a esse recurso todo mês. A maioria, nem procurou outra opção de crédito e 63% não fazem ideia dos juros que incidem sobre o cheque especial. As conclusões são de uma pesquisa feita em todo o país, pelo SPC Brasil, Serviço de Proteção ao Crédito, e pela CNDL, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

De acordo com o levantamento, as pessoas usaram o cheque especial para pagar principalmente dívidas e imprevistos com saúde. Uma em cada três pessoas que usam cheque especial já ficaram com nome sujo porque não conseguiram acertar as contas com o banco. Mas, os consumidores que têm cheque especial ainda são minoria. A pesquisa apontou que eles representam apenas 20% dos entrevistados.

Para o SPC, as mudanças nas regras do cheque especial que entraram em vigor nesta semana devem melhorar a situação. Os bancos terão de entrar em contato com os clientes que usarem mais de 15% do limite da conta por 30 dias consecutivos. Pela nova regra, os bancos devem oferecer como alternativa um financiamento pessoal mais barato, com a possibilidade de parcelar a dívida.

Victor Ribeiro da Rádio Agência Nacional

Anúncio

Deixe uma resposta