Reprodução
Anúncio

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cebraspe/UnB) reabriu as inscrições para o concurso da Polícia Federal (PF) para que negros e pessoas com deficiência tenham a oportunidade de se inscrever nas vagas para o cargo de perito da PF. Com isso, a data da prova do concurso foi remarcada.

Serão preenchidas 500 vagas para os cargos de delegado, perito criminal, agente, escrivão e papiloscopista. A remuneração inicial varia de acordo com o cargo, podendo chegar a R$23.130 e carga horária de de 40 horas semanais.

Os candidatos poderão se inscrever a partir das 10h desta terça-feira (7) pelo site do Cebraspe. As inscrições só serão encerradas as 18h do dia 13. A taxa é de R$ 250. A data das provas objetiva e discursiva foi alterada para o dia 16 de setembro de 2018.

Segundo o Correio, o Ministério Público Federal (MPF) em Goiás ajuizou ação civil pública (ACP) contra  a União e o Cebraspe por conta do percentual de reserva de vagas para candidatos negros. O Cebraspe, realizador do concurso, interpreta que a regra deve ser implementada apenas no resultado final do concurso. O MPF entende, no entanto, que essa interpretação é equivocada, devendo o dispositivo legal ser aplicado em todas as fases e etapas do certame e em todas as vezes que houver formação de lista de classificação.

Em nota publicada no site da PF, o órgão afirma que o objetivo é “oportunizar” a inscrição nas áreas em que não havia sido prevista essa possibilidade. Não houve alteração dos números de vagas. A retificação do edital já está disponível.

Anúncio

Deixe uma resposta