Anúncio

No último sábado (25), o Instituto Federal Baiano – Campus Guanambi realizou o III Encontro de Caprinos e Ovinos. O evento reuniu estudantes e criadores de vários municípios do Território Sertão Produtivo e de outras regiões. Além de palestras e minicursos, houve também feira de produtos e animais.

As palestras discutiram a sanidade de caprinos e ovinos e o melhoramento genético de cabras leiteiras, elas foram ministradas por Jurandir Ferreira da Cruz, professor da Universidade do Sudoeste da Bahia (Uesb) e por José Assunção Silveira Júnior, professor do IF Baiano – Campus Guanambi.

Ao se referir ao fomento da cadeia produtiva de caprinos e ovinos, o professor Jurandir ressaltou a importância da organização dos produtores e das parcerias com o setor público. Ele acredita que a inserção da carne de caprinos e ovinos na merenda escolar traz garantia de compra aos produtores e proporciona a inclusão de alimentos de alto valor nutritivo para os estudantes. “Quando se insere a carne caprina em forma de quibe por exemplo, uma vez na semana, durante o ano letivo, garante-se o consumo da produção de pelo menos uma centena de pequenos produtores, considerando um município onde haja mil alunos na rede municipal”, comentou.

Os minicursos também abordaram alternativas para o consumo dos produtos da cadeia de caprinos e ovinos. O professor Gilson Matioli ensinou as técnicas para fabricação de queijo Minas Frescal com leite de cabra, enquanto a professora Mariana Vila ensinou sobre a fabricação de hambúrguer com carne caprina e ervas finas. A professora Elaine Teixeira ministrou o minicurso sobre manejo geral de caprinos e ovinos.

Segundo a professora Jussara Santos, a feira de produtos e animais serviu mais uma vez para mostrar a diversidade de produtos que já são processados na região derivados da carne e do leite de caprinos e ovinos. “O encontro mostrou mais uma vez como é diversificada e como pode se fortalecer ainda mais a cadeia produtiva da região. Foi uma oportunidade muito boa para troca de experiências e incentivo à produção de caprinos e ovinos, disse a professora.

Veja as fotos:

Anúncio

Deixe uma resposta