Reprodução
Anúncio

A Polícia Civil prendeu, na noite dessa quinta-feira (20), um homem de 29 anos acusado de matar a companheira na zona rural de Janaúba no último sábado (16). Valdilene de Brito Medeiros, de 28 anos, foi morta dentro de casa após ser agredida com pedaço de madeira. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça de Janaúba nessa quinta.

Segundo a Polícia Civil, o homem estava escondido na casa da mãe dele na Comunidade de Agreste, zona rural de São João da Ponte. No momento da abordagem, ele tentou fugir da polícia e foi preso em um matagal.

“Ele confessou o crime e disse que estava bêbado e não tinha intenção de matar a mulher. O homem afirmou ainda estar arrependido”, explicou a delegada Geissiane Soares Gancussu. Ainda segundo a delegada, ele será ouvido novamente nesta sexta-feira (21) e o inquérito também deve ser concluído nesta sexta.

A Polícia Civil informou que o autor chegou a se apresentar na delegacia de São João da Ponte na última terça-feira (18), mas não ficou preso porque já tinha passado o flagrante e o mandado de prisão ainda não estava expedido. Ele já foi encaminhado para o presídio de Janaúba.

Segundo o G1, o crime foi na comunidade de Quem-Quem, zona rural de Janaúba. A filha da vítima, de 13 anos, presenciou quando o autor começou a espancar Valdilene de Brito Medeiros. Ela contou que a discussão iniciou na cozinha e que o padrasto deu um soco na mãe dela. A vítima tentou fugir correndo para a sala, mas foi derrubada pelo companheiro no sofá que desferiu golpes com o pedaço de madeira.

A adolescente saiu de casa para pedir socorro e ao retornar encontrou a mãe morta. O homem fugiu após o crime.

Anúncio

Deixe uma resposta