Divulgação
Anúncio

A Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM), localizada no bairro de Nazaré, em Salvador, anunciou na terça-feira (2) que irá fechar as portas por falta de verba para manter os funcionários. A informação foi divulgada nas redes sociais do projeto.

O grupo dá assistência a soropositivos da capital baiana há mais de 15 anos. A maioria dos auxiliados são pessoas em situação de rua. Atualmente, 28 famílias têm o aluguel de casa mantido pelo projeto. Com o fechamento, essas pessoas ficarão desabrigadas.

O projeto tem 11 funcionários, entre auxiliares de limpeza, cozinheiros, motorista, além de profissionais para atividades em sala de aula. Juntos, eles geram uma folha de pagamento mensal de R$ 12 mil. Esse dinheiro era pago pela última empresa que se ofereu para manter o local. O contrato de um ano acaba em outubro.

A partir de novembro, segundo informou o padre Alfredo Dórea, responsável pela instituição, o grupo não terá mais como pagar os funcionário e não poderá se manter apenas com auxílio de voluntários.

Além de proporcionar a moradia, o grupo ainda oferece serviço de creche para crianças em contato com o HIV (algumas não são soropositivas, mas têm familiares com o vírus), fornece alimentação e garante a manutenção do tratamento. Algumas dessas pessoas, inclusive, são direcionadas por centros de tratamento da rede pública.

Atualmente, a creche da instituição atende 65 crianças, entre 2 e 5 anos. O atendimento é feito de 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. O projeto pega as crianças em casa, durante a manhã, e, depois, devolve, no final do dia.

Veja mais no G1 Bahia

Anúncio

Deixe uma resposta