Após denúncia de uso irregular em outubro de 2017, prefeitura procedeu a identificação do veículo / Leitor Agência Sertão Whatsapp

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), através da promotora Tatyane Miranda Caires, recomendou à prefeitura de Guanambi que proceda com a identificação de todos os veículos da frota própria e alugada.

A promotora considerou que a ausência de identificação externas no veículos vinculados ao poder publico executivo e legislativo inviabiliza a fiscalização realizada pela sociedade e pelos órgãos de controle. A promotora também considerou a representação feita pelo vereador Joventino Neto (Neto de Dim) a respeito da falta de fiscalização de veículos.

Desde 2015, vigora em Guanambi uma Lei Municipal (1.024/2015) que determina que todos os veículos oficiais pertencentes ao Município de Guanambi, incluindo também aqueles locados, devam conter identificação visível com os dizeres “uso exclusivo em serviço”.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

A promotora fixou o prazo de trinta dias para que o prefeito Jairo Magalhães e o presidente da câmara Agostinho Lira procedam a identificação em ambos os lados de todos os veículos dos dois órgãos.

Em outubro de 2017, a prefeitura de Guanambi identificou um veículo alugado depois de ter sido denunciada por permitir o seu uso particular.

 

Deixe uma resposta