Foto | Agência Sertão
Anúncio

A II Semana de Ciência e Tecnologia (Secitec) chegou ao fim nesta sexta-feira (19). O evento foi aberto na última terça-feira (16) no IF Baiano e o encerramento aconteceu no Centro Universitário UniFG.

A II Secitec faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Em centenas de cidades do país foram realizadas programações para promover as atividades inerentes a ciência e tecnologia.

Em Guanambi, a proposta da Secitec surgiu da parceria entre o IF Baiano e o Centro Universitário – UniFG com o apoio da Uneb Campus XII. No período de 16 a 19 de outubro, a II Secitec efetivou o número de 800 inscritos, superando as expectativas dos organizadores que preveem a continuidade e o aprimoramento do evento.

Após as falas dos representantes das instituições, Mauro Ribeiro, Pró-reitor de pós-graduação e expansão da UniFG, Carlito de Barros Filho, diretor geral do IF baiano e outros representantes, foi aberta a última atividade da segunda edição da Secitec – a mesa redonda com o tema – “Ciência e tecnologia como redução das desigualdades”.

As palestras mediadas por Felizarda Bebé, professora do IF Baiano e doutora em Ciências do Solo pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, contou com os palestrantes – Alfredo Park – Diretor e Head Trainer do Instituto Gerenciar Treinamentos de Alta Performance – IGTAP, Alanna Cibelle Fernandes Pereira – Doutora em Biologia e Biotecnologia de Microrganismos pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e Eldevan dos Santos Silva – Doutor em Química pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Alfredo falou da liderança como um método criativo para redução das desigualdades. “o que eu abordei hoje aqui foi a liderança na era digital, como uma alternativa para reduzir as desigualdades. Eu quis frisar a parte comportamental. Em vez de nós esperarmos fatores externos – a mudança política, a mudança econômica para ter uma melhoria, sendo que se não mudarmos de dentro para fora nada acontece. O principal ponto é você gerar uma mudança em si próprio, se tornar um líder da sua própria vida”.

O evento contou com uma extensa programação e a participação direta de 12 cursos  da UniFG e do IF Baiano. Os alunos comemoraram o aprendizado proporcionado pela Secitec nos âmbitos – inter e multidisciplinar sobre a ciência, a partir da perspectiva social para redução das desigualdades.

Anúncio

Deixe uma resposta