Reprodução

O guanambiense, identificado como Pedro Augusto Araújo Ribeiro, de 20 anos, foi  encontrado morto na manhã desta sexta-feira (11), dentro de um quarto no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP).

O falecido é suspeito de ter participação juntamente com empresário Cezar Paulo de Moraes Ribeiro, de 21 anos, o popular Cezar de Lim, do homicídio contra Sidney Vasconcelos Meira, de 47 anos, conhecido por Camarão, ocorrido na madrugada de 19 de julho de 2017, na estrada que dá acesso à comunidade de Furados dos Veados, na zona rural de Brumado (BA). A vítima, motorista de uma empresa de turismo de Brumado, foi sequestrado, levado para o referido local, e posteriormente executado com um tiro na cabeça. Conforme as informações relatadas, Sidney teria recebido um telefonema por volta das 2h de um homem que comunicou que iria pagar uma dívida antiga. Em seguida, ele teria pegado a sua moto e deslocou-se na companhia da mulher para se encontrar com o suposto devedor. Ao chegar no local acertado, nas imediações do Bairro Apertado do Morro, Sidney entrou em um automóvel, sendo levado para o local onde foi assassinado.

A dupla, suspeita do crime, foi presa na madrugada do dia 22 do mesmo mês, na cidade de Iporã, no estado do Paraná, quase na divisa do Paraguai quando tentavam sair do país.

Colabore

Se você gosta do conteúdo da Agência Sertão, colabore para o aprimoramento do nosso Jornalismo a partir de R$ 10 por mês e ganhe recompensas exclusivas, saiba mais!

Pedro seria interrogado no próximo mês de fevereiro e já teria declarado como tudo aconteceu na noite que Sidney foi assassinado.

A morte do detento está sendo investigada. A principal suspeita é de suicídio, mas até o fechamento da matéria ninguém confirmou a causa da morte do jovem. Conforme informações de familiares, o corpo de Pedro Augusto será velado e sepultado na cidade de Guanambi.

Fonte: Portal Vilson Nunes

Deixe uma resposta