Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab

Publicado por
Agência Brasil EBC
Compartilhado

A safra de grãos 2018/2019 deverá atingir entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas, produção que representa um aumento entre 2,5 a 4,5% em relação ao período anterior. A estimativa foi divulgada hoje (8) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Segundo o órgão, mais de 80% da oleaginosa já foi plantada em Mato Grosso, devido ao aumento das chuvas na região. Em 2017, a essa altura do ano, o volume era de 40,5%. Com uma área que deve ficar entre 35,4 e 36,1 mil hectares, a produção de soja ficará entre 11,6 e 119,3 milhões de toneladas.

Quanto ao milho, a previsão é de uma colheita de 90 a 91 milhões de toneladas, rendimento obtido a partir de uma área que deve variar entre 16,7 e 16,8 mil hectares. À época do levantamento, a área destinada ao cereal já atingia, em Minas Gerais, 45% do total esperado e, no Rio Grande do Sul, 70,4%.

Segundo a Conab, é a nona vez que se registra a expansão da área dedicada ao plantio de grãos. “A soja é a principal cultura que puxa esse aumento de área, principalmente em área de fronteira agrícola”, afirmou o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana. “Mas, ao plantar soja, isso puxa outras culturas também para o futuro. Milho, em primeira safra, também, em algumas regiões, tem aumentado área”, acrescentou, esclarecendo que a segunda safra ainda precisa ser avaliada.

Algodão e feijão

Ao lado do milho e da soja, a lavra do algodão também tem prosperado, resultando em um incremento de sua área, que pode chegar a 1,4 milhão de hectares. Com a ampliação do perímetro, a expectativa é de uma colheita 16,7% maior do que a anterior, chegando a 2,3 milhões de toneladas.

O balanço da Conab aponta, ainda, para uma recuperação na área de plantio e na produção do feijão. Segundo os pesquisadores da instituição, a melhora se deve a um crescimento da plantação de feijão-caupi na primeira safra, principalmente na Bahia.

Segundo Cleverton Santana, a maior incidência de chuvas traz preocupação somente quanto às culturas de inverno, que ainda estão em colheita e que podem ter sua qualidade prejudicada. Na avaliação da Conab, mesmo com as adversidades, o trigo tende a apresentar um melhor desempenho na safra deste ano.

Fonte: Letycia Bond – Repórter da Agência Brasil

Agência Brasil EBC
Publicado por
Agência Brasil EBC

Notícias recentes

Visitas em hospitais estaduais da Bahia foram suspensas após aumento de casos de coronavírus

O Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) determinou a suspensão das visitas em…

Duas tentativas de feminicídio foram registradas em Luís Eduardo Magalhães em menos de 4h

Duas mulheres foram vítimas de tentativa de feminicídio, neste sábado (22), em Luís Eduardo Magalhães.…

Idoso de 92 anos foi a 131ª vítima da Covid-19 em Guanambi

Guanambi registou o 131º óbito por complicações da Covid-19, neste domingo (23). A vitima é…

Barragens de Ceraíma e Poço do Magro continuam sangrando após mais de duas semanas

Deve voltar a chover em boa parte da Bahia nos próximos dias de acordo com…

Mulher foi denunciada após agredir filho de 12 anos em Vitória da Conquista

Uma mãe foi denunciada por maus-tratos após bater em filho de 12 anos em Vitória…