Estágio

INSS altera regras para prova de vida e renovação de senhas

Publicado por
Joana Martins
Compartilhado

Resolução do Ministério da Economia publicada hoje (26) no Diário Oficial da União altera as regras para prova de vida e renovação de senha de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A partir desta terça-feira, os procedimentos podem ser executados por meio de atendimento eletrônico (com uso de biometria ou identificação por funcionário da instituição financeira pagadora) ou por meio de representante legal ou procurador cadastrado no INSS ou na instituição financeira.

Beneficiários com idade igual ou superior a 60 anos poderão solicitar a realização de prova de vida no INSS, sem prejuízo da possibilidade de comparecer à instituição financeira pagadora.

Para beneficiários com dificuldade de locomoção e idosos acima de 80 anos, poderá ser realizada pesquisa externa, com comparecimento a residência ou local informado no requerimento, para permitir a identificação do titular do benefício e a realização da comprovação de vida.

No caso de beneficiários com dificuldades de locomoção, o requerimento para realização de prova de vida por meio de pesquisa externa deverá ser efetuado pelo interessado, perante uma agência da previdência social, com comprovação via atestado médico ou declaração emitida por uma unidade de saúde.

Os serviços deverão ser previamente agendados por meio da Central 135 ou do Meu INSS.

O INSS poderá bloquear o pagamento do benefício encaminhado às instituições financeiras até que o beneficiário atenda à convocação. “A prova de vida e o desbloqueio de crédito realizado perante a rede bancária será realizada de forma imediata, mediante identificação do titular, procurador ou representante legal”, informou o órgão.

Desde 2012, segurados do INSS devem comprovar que estão vivos para manter o benefício ativo. O procedimento é obrigatório para todos que recebem pagamentos por meio de conta-corrente, conta poupança ou cartão magnético e tem por objetivo dar mais segurança ao cidadão e ao Estado, pois evita pagamentos indevidos e fraudes.

A rotina é cumprida anualmente pela rede bancária, que determina a data da forma mais adequada à sua gestão – alguns bancos usam a data de aniversário do beneficiário enquanto outros utilizam a data de aniversário do benefício.

*Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil

Joana Martins
Publicado por
Joana Martins

Notícias recentes

Caminhão carregado com carvão pegou fogo em Guanambi

Bombeiros militares e agentes da Brigada Voluntária de Incêndio da Superintendência Municipal de Trânsito (SMTran)…

Inmet alerta para risco de tempestades severas em toda a Bahia, Sergipe, Tocantins e outros estados

O O Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América…

Motociclista morreu após colidir contra carro na zona rural de Caetité

Um jovem de 24 anos morreu após um grave acidente na noite de sexta-feira (26),…

Preço da gasolina segue próximo a R$ 7 em Vitória da Conquista

O preço da gasolina segue estável em Vitória da Conquista, muito próximo ao valor de…

Três homens foram presos com maconha, cocaína e ecstasy em Guanambi

Três homens foram presos na noite desta sexta-feira (26) em uma ação da Companhia de…

Semáforos foram instalados no cruzamento entre Olívia Flores e Luís Eduardo Magalhães em Vitória da Conquista

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) de Vitória da Conquista concluiu, nesta sexta-feira (26),…