A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista promoverá uma cerimônia de entrega do Título de Cidadão Conquistense 2019. A solenidade acontecerá, no dia 6 de novembro, no Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima.

Na oportunidade, 46 pessoas nascidas em outros municípios e que residem na cidade, serão homenageadas. Dentre elas, está o atacante do Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista (ECPP), Rômulo André Lopes (Tatu).

Segundo o site Diário Esportivo VCA, a iniciativa é do vereador Dênis do Gás (PSC) e a honraria será concedida em função da história do jogador no clube alviverde. Tatu, ao lado do ex-goleiro e comentarista, Chico Estrella, são os únicos desportistas que receberão a honraria.

O atleta é natural de Guanambi e desde 2008 passou a jogar no ECPP – alternando com algumas temporadas em outros clubes. No mesmo ano, Tatu foi artilheiro do Campeonato Baiano e já acumula 8 passagens no clube conquistense.

Os 16 gols marcados na temporada lhe renderam reconhecimento. Seus gols ajudaram o Vitória da Conquista a chegar no quadrangular final e ficar com a histórica terceira colocação no campeonato Baiano de 2008. Em uma das partidas, contra o Vitória de Salvador, Tatu fez dois gols no empate em 5 a 5 e foi destaque no programa Fantástico da Rede Globo.

A fama em Vitória da Conquista despertou curiosidade sobre sua vida. Na época, uma equipe da TV Sudoeste veio à Guanambi conhecer a história do artilheiro. Familiares e amigos falaram da satisfação do sucesso do atleta e revelaram histórias da infância do jogador.

Depois da artilharia, um novo contrato, o São Caetano, time paulista que despontava no futebol Brasileiro, contratou o atleta por quatro temporadas. Em 2010, ele foi emprestado ao Fortaleza, onde também foi artilheiro e campeão estadual em cima do maior rival, o Ceará. Tatu marcou o gol decisivo na partida, e os 16 gols pelo tricolor cearense fizeram o jogador entrar nas graças da torcida.

A boa fase do atacante fez a diretoria do São Caetano pedir o retorno do jogador, onde ficou por mais uma temporada até regressar ao Fortaleza em 2011. Depois disso, ele passou por diversos clubes, Aparecidense, Luverdense, America-RN, até regressar ao Vitória da Conquista em 2014. Depois ainda passou pelo CRAC, Caxias, Salgueiro e Sergipe.

O atacante disputou as três últimas temporadas do campeonato Baiano no clube de Conquista – 2017, 2018 e 2019. Em 2019, a equipe disputou a semifinal contra o Bahia de Feira de santana. Com um empate em 1 a 1, em casa, e derrota por 2 a 1 na partida de volta, o Vitória da Conquista se despediu da competição.

História da infância do jogador

Antes de chegar ao futebol profissional, Tatu se destacava nas escolinhas de futebol de Guanambi e defendeu o Guanambi Atlético Clube (GAC) antes de ir para o Vitória da Conquista.

Apesar de comparar sua infância com a de qualquer criança, o jogador fala de alguns trabalhos que foram necessários para ajudar os pais – vender geladinho, pegar frete na feira com o carrinho de mão, vender umbu na rua, mas não deixava de jogar futebol nas horas vagas. A sua infância baseou-se em ajudar os pais e se divertir com os amigos.

Um dos relatos mais emocionantes da vida de Rômulo André está relacionado aos seus primeiros treinadores. Altino foi o primeiro a presenteá-lo com uma chuteira e Saulo de Tasso auxiliou na formação de seu caráter, através da disciplina aplicada, ambos tiveram influencias na carreira brilhante de Tatu.

Veja a história completa do atleta