Bahia

Hospitais de Guanambi e Bom Jesus da Lapa recebem túneis de desinfecção

Publicado por
Tiago Marques
Compartilhado

O Hospital Geral de Guanambi e o Hospital Municipal Carmela Dutra, em Bom Jesus da Lapa, estão recebendo túneis de desinfecção desenvolvidos pelo Senai Cimatec. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Gandu também está recebendo o equipamento.

A ação é de uma força-tarefa coordenada pelas secretarias do Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Econômico (SDE). Os dois hospitais e a UPA também estão recebendo bolhas de contenção, protetores faciais de acrílico e máscaras de TNT.

Para o HGG 2.000 máscaras de TNT, 20 protetores faciais de acrílico e quatro bolhas de contenção. Hospital Municipal Carmela Dutra, em Bom Jesus da Lapa, também  receberá 2.000 máscaras de TNT, 20 protetores faciais e quatro bolhas de contenção, enquanto que a UPA de Gandu, que também atende pacientes com Covid-19, vai contar com 2.000 máscaras de TNT, 20 protetores faciais de acrílico e 3 bolhas de contenção.

Segundo Walter Pinheiro, secretário estadual do Planejamento, a  medida visa abastecer as unidades de saúde do Estado com insumos e equipamentos para garantir qualidade nos serviços prestados.

Cremeb se posicionou contrário ao uso do equipamento

Em 15 de maio, o Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb) emitiu parecer onde se posiciona contrário ao uso do túnel de desinfecção. Segundo a entidade, o procedimento de passar pelo não encontra fundamentação científica e coloca seus usuários sob risco.

O Cremeb diz ainda que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Conselho Federal de Química alertaram e a Câmara Técnica de Medicina do Trabalho do conselho ratificou que não existem dados de segurança no que se refere a dose, concentração e frequência de utilização de produtos químicos (peróxido de hidrogênio, hipoclorito de sódio, amônia quaternária ou ozônio) para utilização direta em pessoas. A situação pode acarretar ainda uma maior susceptibilidade individual e risco de desencadeamento de reações de sensibilidade dérmica e respiratória.

Por essa razão, o órgão recomenda que todas estas câmaras de desinfecção sejam imediatamente desinstaladas dos serviços de saúde e que venham a ser utilizadas apenas em protocolos de pesquisa, registrados em Comitês de Ética em Pesquisa e que seus usuários o façam após autorizarem ser participantes da pesquisa.

Por fim, o conselho diz ainda que “o gasto na instalação de tais equipamentos não se justifica segundo as normas da moralidade pública, a menos que em protocolos de pesquisa” e ainda conclama aos poderes públicos e à sociedade para que evitem utilizar tais equipamentos em vias públicas, e que não façam aquisição de tais equipamentos (ainda que por doação) e denunciem a utilização inadequada e danos decorrentes de tais produtos.

Clique aqui e leia a íntegra do Parecer emitido pela Câmara Técnica de Medicina do Trabalho do Cremeb.

Tiago Marques
Publicado por
Tiago Marques

Notícias recentes

Ambulância ficou parcialmente destruída após colidir com cavalo em Brumado

Uma ambulância ficou parcialmente destruída após bater em um cavalo na madrugada desta sexta-feira (21),…

Homem sofreu tentativa de homicídio no bairro Aeroporto Velho em Guanambi

Um homem de 33 anos foi atingido com dois tiros na avenida Castelo Branco, em…

Enem 2022 será aplicado nos dias 13 e 20 de novembro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) confirmou em portaria publicada…

Policlínica de Brumado realiza processo seletivo com 11 vagas para médicos

A Secretaria de Saúde do Estado (SESAB) abriu processo seletivo para a contratação de profissionais…

Vitória da Conquista fará sua estreia em casa neste sábado pelo Campeonato Baiano

O ECPP Vitória da Conquista vai voltar a campo neste sábado (22) pelo Campeonato Baiano…

Amostra de variante da Omicrôn detectada em Vitória de Conquista foi coletada de bombeiro carioca

Após a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) divulgou um caso de variante Ômicron em…